Como divulgar um cantor: do zero aos primeiros contatos

Como vai sua carreira?
Em que momento, ou melhor, em qual estágio você está?

É comum você me ver na estrada,  seja palestrando, fazendo workshops ou participando de eventos que envolvem os negócios e a indústria da música. Por isso, costumo ser abordado por diferentes perfis de artistas. Muitos chegam para conversar, trocar ideias e pedir conselhos sobre como divulgar suas músicas, ampliar seus seguidores e até que roupa usar para fazer suas fotos de modo mais profissional, ou seja, as etapas essenciais de todos os tipos de carreiras.

Mas, o que eu percebo é que muitos cantores, duplas e bandas parecem que estão com vergonha de se apresentar, de colocar em prática o básico dos primeiros passos para mostrar seu trabalho, mesmo que sejam ainda iniciantes ou anônimos. Ou seja, sempre aquele papo de que vou gravar um DVD em breve, estou produzindo com aquele produtor famoso, o guitarrista é do artista X que gravou, o baterista do artista Y ou similares, mas o básico não existe. O feijão com arroz não é feito.

Nesta estratégia, eles querem começar conhecidos e pegar uma carona em nomes estourados, mas ainda não tem muito (ou nenhuma) estrutura para isso, já querem ser a pipoca doce e saborosa do mercado, sem antes ser uma espiga de milho dura.

Em diversos eventos da música,  no contato pessoal com os cantores tenho o costume de fazer algumas perguntas para qualificar e identificar o nível do artista, como essas: 

O que você vai me mostrar ou entregar agora sobre sua carreira? 

Você possui uma apresentação do projeto?

Um site oficial ou algum material promocional? 

Pode me deixar um cartão de visitas que depois eu vou olhar? 

A grande maioria não tem nada, nem o básico para se apresentar. É sempre aquele discurso batido e repetitivo: ‘Entra lá no meu Instagram! Entra lá no meu Youtube! Tem tudo lá! Será mesmo? Será que iniciar e construir um relacionamento se faz desta maneira? Você quer vender shows, se apresentar em outras regiões do Brasil apenas dizendo para o contratante entrar no seu ‘Insta’, no ‘Youtube’ e no Spotify?

Aff! Nada mais?

Aff, de novo!

Ah, Dhiego! O cartão de visita não é somente para empresas? Sim! E você não é uma empresa? Ele deve possuir o contato e as informações essenciais para continuar a conversa.

Dê uma olhada nestes artistas com seus cartões de visitas de cantores lá ainda no começo de suas carreiras? 👇

cartão de visitas dos cantores Victor e Léo

Lembra da música “Borboletas sempre voltam e o seu jardim sou eu 🎶 ” ? 

Então,  o Léo Chaves , da antiga dupla Victor e Léo, é nosso cliente atualmente.  

Eu só quis ilustrar  que todo mundo tem um começo,  por isso, vamos ao primeiro passo de como divulgar um cantor do zero, começando do jeito certo e tomando a sua primeira decisão: 

Decida Viver de Música 

O primeiro passo é decidir viver da música. Se você ainda sonha, mas não decidiu acordar e realizar tudo isso, nem precisa continuar lendo esse conteúdo. Mas, se você está comprometido em fazer isso dar certo, precisa dizer isso agora. E de que forma? Se posicionando como um profissional, independente de onde esteja. O que acha?

Se posicione como um Cantor Profissional

Não precisa de muito dinheiro para ter uma apresentação básica e fazer as pessoas perceberem que você está levando, mesmo que iniciando, sua carreira a sério. Aliás, eu já falei em um outro conteúdo sobre como não parecer um cantor amador, mas vamos os primeiros passos práticos dessa trilha de como divulgar um cantor iniciando pelas melhores escolhas: 

Passo 1: Registre um endereço próprio na internet 

Todo mundo que é grande hoje, começou pequeno com os primeiros passos. Estive por doze anos com um gurizinho de Campo Grande, hoje o Luan Santana e posso afirmar que não tenho vergonha nenhuma de iniciar nada e você também não deve ter. 

Dhiego Bicudo e Luan Santana

A primeira coisa que eu fiz quando comecei o projeto com o Luan foi registrar o domínio dele (luansantana.com.br), ou seja, registrar o endereço do site oficial. Fiz isso,  porque toda vez que eu quero falar do Luan, que precisam falar do projeto, apresentar para um contratante ou seja para quem for, precisamos fazer e tratar a carreira de forma profissional, então vamos dizer para as pessoas acessarem o luansantana.com.br e não o Youtube do Luan e nem o Insta do Luan. Entendeu a diferença? 

Quando você pede para alguém acessar o seu Youtube, seu Instagram ou seu Spotify já passa a impressão de um artista ainda iniciante, isso porque, quaisquer um têm essas mídias hoje em dia. Agora se você tem um endereço próprio e personalizado, já vai ser diferente dos outros milhares de cantores sonhadores que não entraram ainda para o jogo. 

Quando você informa que seu e-mail é @yahoo, @hotmail, @gmail ou qualquer serviço gratuito, isso também te coloca na fila dos amadores. 

Sabe quanto custa para você ter um endereço de e-mail personalizado com o @seunome.com.br? 

São R$40,00 por ano para o domínio e em média R$30 por mês para o e-mail personalizado. Além disso, você reserva o endereço de seu site oficial, mesmo que ainda não tenha um. É o que nós chamamos de endereço amigável (fácil de acessar e de lembrar)

Se você não sabe como fazer isso, me chame que vou orientar você. 

Passo 2: Tenha um material básico de apresentação 

Quando um cantor está iniciando, ele precisa colocar a mão na massa e ir pra cima ao fazer relacionamentos e até atender o telefone para as vendas, ou às vezes pode chamar alguém da família pra ajudar. Então, se dedicam para conseguir falar com um contratante, mesmo que seja ao abordar os donos daqueles barzinhos da região que você quer começar tocando.  E quando consegue falar com alguém que pode sair, quem sabe um negócio, não tem nem um cartão de visitas com os contatos. 

Você sabe quanto custa mil cartões de visitas básicos, por exemplo? Menos de R$100, acredite. Tem sites que você pode escolher algumas ideias, digitar seus contatos, mandar imprimir, entregar em sua casa e ainda parcelar no cartão de crédito. Nós gostamos de ousar e trazer criatividade aqui no dia a dia da agência, mas já é melhor do que nada. É o primeiro material, não precisa ser perfeito, precisa ser feito. Pense que assim que você evoluir um pouco mais, poderá investir em um logotipo e artes exclusivas para atualizar esses materias. 

Passo 3: Tenha um espaço básico na internet para chamar de seu 

Não precisa ter um site oficial com ensaio fotográfico para começar. Se você for com calma nesses primeiro passos, pode usar plataformas onde você personaliza seus principais links de contatos, músicas e as mídias sociais para assim ser encontrado no Google, por exemplo. Um dos mais famosos é o Linktree. Pelo menos, quando alguém digitar o seu nome no Google será redirecionado para essa página. 

Além disso, você pode usar esse domínio que você reservou e redirecionar para esta página. Assim, quando alguém digitar seunome.com.br, irá cair direto nessa página, ou seja, você acabou de sair da estaca zero e entrou no jogo. 

Um exemplo desses serviços é o Guia Contratantes, onde você pode ter um perfil personalizado por R$30 reais por mês. Aqui só quero destacar um ponto: mesmo que seja o básico, faça bem feito! E eu posso te ajudar nesse início desde que você esteja disposto a investir o mínimo pra começar. 

Passo 4: Faça algumas fotos profissionais 

Você já viu aquelas empresas de foto que as famílias fazem ensaios? Ou fotógrafos que fazem ensaios de casais, grávidas e bebês? Então, porque com você tem que ser o fotógrafo das estrelas? 

Há um ponto de equilíbrio entre as fotos escuras que você faz do seu celular e fazer algumas fotos de divulgação com um fotógrafo comum.  Será que você não tem um valor para fazer ao menos 3 fotos no estúdio da sua cidade? Inclusive, já tem plataformas para você encontrar fotógrafos se você não quiser procurar via indicações. 

Pesquise os valores e tenha umas boas opções para poder usar no perfil das mídias sociais, no cartão de visitas e naquele material de apresentação. Pelo menos a foto vai ter uma qualidade boa e passar a percepção de valor. 

Se organize, pesquise. Só não esquece de caprichar no figurino. Eu tenho algumas sugestões para te ensinar sobre isso neste conteúdo

Passo 5: Comece pelo Básico 

Viu? É disso que eu tô falando. Falta o básico para identificar quem é você, para sinalizar um  “Oi,  somos a dupla tal, sou cantor tal e estamos à disposição preparados para fazer um grande show e uma grande apresentação em sua cidade“.  

Não tenha vergonha do básico,  você não vai ser ou se tornar menos por conta disso.  Eu quero que você se prepare, que você volte uns passos e busque a sua essência, porque o básico bem feito vai fazer com que você esteja posicionado e preparado quando uma oportunidade aparecer. Aliás, várias oportunidades já devem ter aparecido e você nem teve chance porque não tem nem o básico. 

Quer iniciar essa jornada? Ainda com pouco dinheiro para investir no básico em sua carreira?

Eu tenho uma proposta básica para você! 

Se você quer mesmo entrar para o jogo e está disposto a investir o básico, eu tenho um pacote de iniciação para você! 

  • Registro de domínio para seu Site Oficial (seunome.com.br) 
  • Perfil para sua divulgação no Guia Contratantes
  • Arte do seu cartão de visitas e o seu cartão digital

R$ 300 por mês

Orçamento

Ainda sem dinheiro para investir no básico da sua carreira? 

Agora se você ainda está naquele pensamento “Ah, Dhiego, me ajuda eu não tenho condições. Eu preciso de uma oportunidade”

Se você não tem como investir nem no básico, nem aperte o REC para gravar nada. A música não é para amadores e muito menos para sonhadores. A música é para quem se sacrifica e realiza. Se você não quer ser um profissional e fazer isso bem feito, compre um cadeado, tranque tudo, feche as portas e siga lá no Instagram ou no TikTok curtindo a vida dos outros, não a sua.

Comentários

comentários