Como lançar música o ano inteiro: desafio 35 músicas em 1 ano

Alô, cantor! Vamos falar sobre lançar música?

O assunto de hoje é cronograma de lançamentos. Essa estratégia é valiosa para aumentar a influência da sua música, construir um catálogo rico e, ainda, eliminar rejeições a respeito do seu trabalho. 

Mas, antes de começar a explicar, quero reforçar que esse cronograma de lançamentos exige bastante trabalho, hein? Não vai achando que  lançar uma música aqui ou um videoclipe ali é o suficiente… Estamos falando de um planejamento de 12 meses com mais de 30 músicas disponibilizadas e 2 músicas inéditas lançadas para sua audiência. 

E aí, tá preparado pra esse trampo todo?

Eu espero que sim, pois a música é seu ganha pão e você precisa ser conhecido por isso. 

Então, vamos saber como lançar música da maneira certa e fazer sucesso? Acompanhe as etapas. 

Do que você vai precisar?

Olha, não tem muito segredo na hora de montar um cronograma de lançamentos. O importante é escolher materiais bem simples que permitam enxergar os próximos passos do seu trabalho. 

O que você mais vai precisar durante a construção do seu planejamento, é:

  • Folha de sulfite A4 ou cartolina grande; 
  • Lápis, caneta e uma régua;
  • Planilha no computador (caso prefira fazer digitalmente);
  • Muita disposição. 

Tudo isso vai ajudar a organizar melhor seus lançamentos, de maneira clara e objetiva. Mas vale reforçar que você deve ter muita disposição para montar tudo da maneira certa, combinado? Desistir não é com a gente!

Desenhando o seu cronograma de lançamentos

Chegou o momento de desenhar o seu cronograma de lançamentos. Tá preparado? Pois existem muitos pontos importantes para entender a partir daqui. 

Vamos lá: no meu cronograma de lançamentos vou usar como parâmetro um período de 12 meses. Por quê? Porque eu quero que você trabalhe por pelo menos um ano sem parar. 

Muitos artistas se empolgam com apenas um lançamento, nas plataformas como Spotify, Deezer e Apple Music não lançam mais nada, sem contar o canal do YouTube pausado por sei lá quanto tempo. Gente, isso é ruim demais pra sua imagem. Imagina só: alguém te procurar no YouTube e ver que você não lança nada a quatro meses? Isso não cria recorrência no público e nem mostra consistência. 

Por isso, vamos nos planejar para um ano inteiro de trabalho e colocar a mão na massa!

O cronograma para lançar músicas precisa ter quatro colunas e três linhas. Se organize dessa maneira colocando em cada quadrado o mês e o número de lançamentos que você vai fazer. Pinte dois quadrados de amarelo para representar os meses de lançamento de músicas inéditas. 

Saca só:

 

MAR

1 música

ABR

2 músicas

MAIO

2 músicas

JUN

4 músicas

JUL

1 lançamento inédito

2 músicas

AGO

2 músicas

SET

4 músicas

OUT

4 músicas

NOV

1 lançamento inédito

2 músicas

DEZ

2 músicas

JAN

4 músicas

FEV

4 músicas

Repare que no cronograma acima eu comecei a lançar música agora mesmo, em março, mas você pode ajustar à partir do mês que começar a trabalhar e na hora que começar, tenha disciplina para fazer ao menos, um ano.

No total, serão 2 lançamentos inéditos + 33 músicas para aquecer o público e criar recorrência com seu trabalho. Se fizer mais, ótimo! O importante é ser persistente.  

Gravando os conteúdos para lançar

Olha, se tem uma coisa que eu não quero ouvir são desculpinhas!

“Ai, Dhiego, não tenho roupa pra usar nas gravações”, “Vixe, não tenho um equipamento legal, “Como vou fazer a produção sozinho”?

Cara, esse tipo de pensamento só vai atrasar o seu cronograma de lançamentos. É preciso honrar o compromisso de lançar música, seja nas plataformas de streaming, seja no YouTube ou outras mídias sociais. 

Então, capriche na produção dos seus lançamentos inéditos e, nas outras 33 músicas, grave covers, músicas acappella, voz e violão ou outros estilos que a galera goste. Vá sempre naquela música que te represente e que valorize sua voz. 

Ah, e nada de ficar quebrando a cabeça com a produção, viu? Se for um vídeo para o YouTube, é legal preparar o cenário e cuidar do look. Não tem roupa? Pegue emprestado de alguém! Não tem lugar pra gravar? Vá até a casa de um amigo que tenha uma sala legal ou procure espaços fora de casa.

Tudo isso pode ser bem cansativo, mas todos esses conteúdos serão importantes para engajar seus ouvintes e seguidores. 

Eu posso fazer esse trabalho por você e dar todos os direcionamentos possíveis. Você pode agendar comigo uma consultoria de marketing musical

Lançou? Hora de divulgar!

Agora que o lançamento foi feito, é hora de correr atrás da divulgação do seu trabalho. Afinal, ele não será descoberto sozinho, né? 

As mídias que merecem atenção especial são o Instagram e o TikTok as mais famosas  entre os artistas e que não param de crescer. Sugiro que você foque seus esforços por lá, mas sem se esquecer de outros canais, como os grupos de WhatsApp, a sua página no Facebook e espie as audiências de blogs e influenciadores que combinem com o seu público. 

Para o Insta, a minha dica é ir nas pessoas que te seguem e gerar uma conversa com cada uma delas. Por exemplo: “Oi, Fulano! Vi que você me acompanha a um tempo e gostaria que você visse o novo trabalho que acabei de lançar”

Isso vai criar CONEXÃO com o seu público e um engajamento orgânico sempre que você lançar algo. Se colocar isso em prática desde o primeiro mês, quando chegar no lançamento inédito, você terá uma base mais forte de seguidores que te acompanham. Deu pra sacar?

Então, não se esqueça de criar conversas genuínas com as pessoas que te seguem. Ser simpático, chamar os seguidores pelo nome e criar empatia são pontos importantes na hora de divulgar sua música. Nada de ficar copiando e colando aqueles links padronizados, viu? 

Lembre-se sempre: conexão gera engajamento e engajamento aumenta as chances do seu trabalho ser reconhecido.

Por que lançar 35 músicas ao ano?

Lançar músicas durante o ano todo vai mostrar comprometimento com o trabalho. Quem faz grandes pausas, acaba deixando de lado a oportunidade de conquistar mais pessoas. 

O desafio de lançar 35 músicas ao ano é bacana pois permite que os inscritos criem uma playlist apenas de músicas suas e com suas interpretações. Ó, só de março a julho: são 12 músicas para os seus ouvintes, incluindo um lançamento inédito.

Os covers ou qualquer outro estilo que a galera goste vão servir para esquentar o público para a sua música autoral e/ou liberação. Serão diferentes oportunidades para conversar com os seus seguidores!

Então, pare de insegurança e perfeccionismo, achando que é necessário grandes investimentos para lançar música. Com esse cronograma você vai trabalhar muito, mas terá o reconhecimento que merece. 

No Instagram, eu fiz uma live completa sobre lançar música + dicas importantes para cuidar do seu cronograma de lançamentos. Procure por @dhiegobicudo ou clique aqui para assistir. Lá tem um acervo bem legal de conteúdos para sua carreira. 

Até a próxima 😉

Comentários

comentários