Marketing na Música: Como iniciar uma divulgação da sua música?

Em um dos meus conteúdos escrevi uma publicação abordando sobre a compra de views dentro do marketing na música, inclusive com uma matéria completa que saiu na Globo.com, você viu?

Pois bem, eu resolvi abordar esse assunto porque eu vejo muitos cantores, duplas e bandas apostarem em fórmulas mágicas de sucesso e depois se frustrarem dizendo que a divulgação não funcionou ou que a música não é estouro. Eu vejo esse erro se repetir com cantores do Brasil inteiro. Tem muito artista achando que é só gravar a música, fazer o clipe e pronto, não precisa fazer mais nada de marketing na música.

A história vem se repetindo toda semana, quer ver?

O artista investe pesado para encontrar uma composição que faça sucesso (vai verba para liberação ou para a exclusividade, não?). Tá, mas se você é compositor, isso pode economizar no começo. Não?

Em seguida, vai investir para produzir a música e fazer um clipe. Então, depois de um curtíssimo tempo ele empesteia os grupos de WhatsApp divulgando links do Youtube e assim, decretando o lançamento da moda na internet! Aprendeu a fórmula? #sqn

Além disso ser péssimo e até chato, eu considero sem propósito o artista ficar quase que diariamente enviando para no máximo 256 pessoas (digo isso, pois são no máximo 256 pessoas em cada grupo) clicarem e ouvirem sua música. Quando você clica nos links que ele passou e vai pro Youtube, eles concorrem com outros conteúdos que podem despertar mais atenção e desviar o objetivo. Sem contar, que as informações sobre a carreira são inexistentes ou pequenas, os contatos do escritório e diversas outras oportunidades se perdem. Não posso chamar isso de divulgação.

Exemplo Prático de Divulgação de Links

Ah, quer ver um exemplo?

Apenas olhando, sem clicar nos links abaixo, qual deles você já sabe de cara qual artista ou dupla irá conhecer quando acessar?

  1. 🤔  https://youtu.be/ro6TLe4c2iI
  2. 😱  http://bit.ly/NossoCupidofoiDeus
  3. 😍  http://paulamattos.com.br

Nem preciso te dizer que, apenas no terceiro link a lição de casa foi feita corretamente, né?

Como esse caminho de só gravar o clipe não funciona, os artistas tentam pegar um atalho na divulgação e acelerar um processo que é longo, contínuo e trabalhoso. Todo mundo precisa começar a subir a escada degrau por degrau, não há atalho para o sucesso.

Será que é muito difícil pensar e planejar uma verba antes de iniciar uma divulgação? É uma vontade de ir fazendo as ações sozinho. É uma ansiedade que não entendo até hoje. Pense comigo, se ninguém nunca ouviu essa música, ela é inédita.

Eu até escrevi um conteúdo bastante detalhado sobre a verba de divulgação com 4 cenários que recomendo você fazer antes de ficar enviando links de Youtube nos grupos de WhatsApp.

Quer ver como aconteceu o ciclo vicioso?

Depois de publicar o clipe no Youtube, parece que se ativa na cabeça uma pilha alucinada com a contagem de views, como se isso fosse o único responsável pelo sucesso da música.  O artista ou a dupla querem atingir meio milhão de visitas nas primeiras 5 horas de lançamento da música e ficam com o ego inflado achando que estão fazendo sucesso. Mas se algum contratante ligar no escritório deles ninguém atende, o site está fora do ar ou não existe, ninguém responde os e-mails e não existe nenhum planejamento para consolidar esse alcance e transformar isso em dinheiro, ou seja, em venda de shows.

Marketing na Música exige Planejamento

O planejamento é premissa básica para uma música fazer sucesso, é preciso antes de lançar a música pensar no que virá depois para manter sua divulgação. Eu espero que os cantores, duplas e bandas estejam mais preocupados com o número de shows que serão vendidos, com o fato do público gostar de sua apresentação, com lotar o show do que com a quantidade de views no Youtube, que pode ser até fake como falamos no conteúdo anterior.

Eu até lembrei de um exemplo bom e inspirador, na foto abaixo eu estou com o CD do primeiro artista  que atendi em 2006, a  dupla Fernando e Sorocaba. Nós começamos com uma capa de CD que precisava ser refeita, fizemos um logotipo novo, fizemos o site oficial e depois iniciamos a divulgação das primeiras músicas de trabalho. Inclusive, a primeira cifra divulgada foi a música “Mulher do Paraná” e foram trabalhando, aprendendo e crescendo até chegarem onde estão, tudo com muito profissionalismo, aprendizado e dedicação.

marketing na música com Fernando e Sorocaba

O problema é que hoje ninguém quer começar, ou fazer o caminho das pedras. Reclamam, demoram ou abandonam suas mídias sociais que precisam ser atualizadas diariamente, não querem gerar engajamento com os fãs, não respondem os fãs nas páginas, não querem fazer o planejamento. Só querem mesmo colecionar views. E com certeza, fica frustrante fazer esse tipo de divulgação porque não agrega nada ao nome/marca do cantor, principalmente se não estiverem acompanhando os resultados do marketing na música.

Quando você faz um trabalho bem feito e leva seu fã para seus canais oficiais, como o seu site, ele cria uma conexão com você. De repente, a pessoa vai visitar seu site e pode sair pelas plataformas digitais, pelas mídias sociais, pelo telefone de contato e assim potencializar negócios. Essas oportunidades são totalmente perdidas quando os cantores, duplas e bandas estão focados em ficar divulgando loucamente os links do Youtube, e agora os das plataformas digitais.  

Se você quer fazer uma divulgação de verdade, com planejamento sério e que deixe um legado para seus fãs estarei aqui para conversamos sobre o marketing do seu projeto na música, chamo de Trilha do Cantor. Prometo que vou te passar orientações e fazer um orçamento para campanhas de divulgação que deem resultado.

Pedir orçamento para marketing na música

Comentários

comentários

3 comentários Adicione o seu

  1. Paulo Gomes disse:

    Interessante a matéria

    1. Dhiego Bicudo disse:

      E acontece muito nesse meio né Paulo?

  2. Sueli Silva disse:

    Sou compositora eu gostaria que algum cantor (a) trabalhassem com minhas canções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.